Agronegócios

Quais as vocações do estado do Rio de Janeiro? Que políticas são necessárias para fomentar o desenvolvimento desse setor? Como garantir o abastecimento nos grandes centros, desenvolver os pequenos negócios e a agricultura sustentável no território fluminense? Esses são alguns dos temas debatidos pela Câmara Setorial de Agronegócios do Fórum. Nesse histórico de notícias é possível conhecer um pouco mais sobre o que pensam a academia e o setor produtivo a respeito dos desafios e gargalos que precisam ser vencidos no território fluminense.
  • GT Selo Arte irá convidar Defesa Agropecuária Estadual para uma reunião

    O Grupo de Trabalho do Selo Arte decidiu, nesta terça (21/05), convidar os representantes da Secretaria de Defesa Agropecuária Estadual para uma reunião buscando entender os entraves enfrentados hoje pelo órgão e como os membros do GT podem contribuir com essa pauta.

  • Câmara de Agronegócios irá trabalhar um modelo de matriz de entraves e soluções para as principais cadeias produtivas do estado

    A Câmara de Agronegócios irá construir uma matriz com os entraves e soluções das cadeias produtivas do estado como leite, soja e café. O documento foi disponibilizado nesta terça (07/05) pelo Fórum da Alerj para o grupo, que agora irá preencher a planilha com a contribuição de cada instituição.

  • Câmara de Agronegócios irá levantar os entraves do setor no estado

    Os membros da Câmara de Agronegócios estiveram reunidos nesta quinta-feira (04/04) para traçar seus próximos passos. No encontrou ficou decidido que o grupo fará um levantamento dos entraves que impactam o crescimento do setor no estado e propor soluções que serão apresentadas ao parlamento. Entre os temas citados estão as distorções tributárias, os problemas ambientais e de infraestrutura no campo.

  • Câmara de Agronegócios realiza primeira reunião do ano

    A Câmara de Agronegócios se reuniu virtualmente nesta terça (05/03) para traçar a agenda de trabalho de 2024. Na primeira reunião do ano, o grupo debateu propostas que visam o desenvolvimento do setor no estado, entre elas estão um pleito à FAPERJ em defesa do agronegócio no RJ por meio da abertura de editais, o fomento e promoção das cadeias produtivas potenciais para Indicação Geográfica, além do fomento ao desenvolvimento de novos bioinsumos e seu papel na economia fluminense. O encontro pode ser assistido na íntegra no canal do Fórum da Alerj no Youtube.

  • Câmara de Agronegócios elabora documento com pleito à FAPERJ em Defesa do setor no estado

    A Câmara Setorial de Agronegócios lançou, nesta quinta (30/11), um pleito à Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ) em defesa do Agronegócio no estado. A justificativa é que, apesar do Rio de Janeiro estar entre os estados mais urbanizados e ter uma das menores áreas territoriais, a agropecuária tem grande relevância para economias locais e tem encadeamentos importantes com as atividades industriais e de serviços no estado.

  • Estado tem diversos desafios para se tornar área livre de febre aftosa sem vacinação e poder exportar produtos de origem animal

    O Plano Estratégico 2017-2026 do Programa Nacional de Vigilância para a Febre Aftosa (PE-PNEFA) e os impactos negativos nos âmbitos econômico e social para o Brasil e para o setor pecuário fluminense, no caso de não cumprimento dos requisitos estabelecidos no Plano, foram debatidos nesta quinta (14 / 09), em reunião do Fórum da Alerj. O encontro contou com a participação do auditor fiscal federal agropecuário e chefe da Divisão de Defesa Agropecuária (DDA / SFA-RJ) do Ministério da Agricultura (MAPA), Luis Eduardo da Silva, que que alertou sobre os problemas que o Rio de Janeiro enfrentará não atendendo as normativas previstas no PE-PFNE.

  • Câmara de Agronegócios irá debater a tributação de produtos agropecuários

    A Câmara de Agronegócios se reuniu virtualmente, na última quinta-feira (10/08), para definir o seu escopo de trabalho para os próximos meses. Na ocasião, o grupo sugeriu realizar um encontro com o subsecretário de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento do Estado do Rio de Janeiro, Felipe Brasil, para que ele aborde os projetos da Pasta e saber como a Câmara pode ajudar a alavancar o setor no estado. Outro tema que será trabalhado já na próxima reunião, em setembro, será a tributação dos produtos agropecuários

  • Câmara de Agronegócios fará levantamento com as demandas legislativas para destravar o setor no estado

    A Câmara de Agronegócios irá trabalhar numa lista de demandas legislativas que podem contribuir e destravar o desenvolvimento do setor no estado. A sugestão de fazer esse levantamento foi trazida pelos membros do grupo durante a reunião ordinária realizada nesta terça-feira (20/06). O material será encaminhado ao gabinete da deputada Tia Ju, segunda vice-presidente da Mesa Diretora e responsável pela condução do Fórum de Desenvolvimento da Alerj.

  • Fórum de Desenvolvimento da Alerj vai somar esforços para avançar na atualização do diagnóstico da agroindústria de pequeno porte no estado

    O Grupo de Trabalho do Selo Arte realizou mais uma reunião ordinária, nesta quarta-feira (14/06), e definiu que o primeiro passo para contribuir com o desenvolvimento da agroindústria de pequeno porte no estado passa pela atualização do diagnóstico do setor. A ideia é contar com a expertise do Sebrae para a elaboração do estudo somada às contribuições das instituições que fazem parte do grupo. De acordo com a EMATER-RJ, o último diagnóstico foi realizado há mais de 20 anos. 

  • Atualização do diagnóstico e legislação específica para agroindústria de pequeno porte podem alavancar setor no estado

    A Câmara de Agronegócios e o GT Selo Arte organizaram, nesta terça (23/05), um painel on-line em que foram abordados os entraves para o desenvolvimento da agroindústria de pequeno porte no estado. Entre os principais desafios para que o Rio de Janeiro avance nesta pauta estão a atualização do diagnóstico do setor e a aprovação de uma legislação independente para o pequeno produtor.

  • GT Selo Arte organizará painel para debater os desafios da agroindústria de pequeno porte no estado

    O Grupo de Trabalho do Selo Arte se reuniu virtualmente, nesta segunda-feira (17/04), e definiu que irá concentrar esforços no fortalecimento dos pequenos produtores rurais. Para isso, o grupo irá realizar um painel no dia 22 de maio para entender quais são os principais entraves para o crescimento da agroindústria de pequeno porte no estado e como o legislativo pode contribuir com esse processo.

  • Membros da Câmara de Agronegócios sugerem temas para a agenda do grupo em 2023

    À frente do Fórum da Alerj em 2023, o subdiretor Frederico Lima conduziu a primeira reunião da Câmara Setorial de Agronegócios deste ano, que aconteceu de forma on-line, na última quinta-feira (13/04) pela plataforma Zoom. Para assistir na íntegra, clique aqui

  • Rio de Janeiro terá bolsa para ativos sustentáveis que pode movimentar até US$ 100 bilhões em créditos de carbono

    O segundo debate sobre mercado de carbono e Pagamentos por Serviços Ambientais, realizado remotamente nesta terça (6/12) reuniu especialistas que estiveram presentes na Conferência das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças do Clima (COP27), em novembro no Egito, para aprofundar mais os dois temas e trazer o que foi debatido durante o evento. Uma das apostas do estado nessa agenda é a implantação de uma bolsa de negociação exclusiva para ativos sustentáveis, que, segundo estudos, pode movimentar US$100 bilhões em créditos de carbono até 2030.

  • Mercado de Carbono e Pagamento por Serviços Ambientais continuarão em destaque no Fórum

    As Câmaras de Desenvolvimento Sustentável, Agronegócios, além do Grupo de Trabalho do Selo Arte vão dar prosseguimento ao debate sobre Mercado de Carbono e Pagamento por Serviços Ambientais. A ideia é realizar um novo painel em dezembro para reverberar o que foi discutido sobre os dois temas na Conferência das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças do Clima (COP27), que está sendo realizada no Egito. A sugestão foi apresentada nesta quarta (16/11) durante a reunião on-line conjunta dos grupos.

  • Fórum organiza painel sobre Mercado de Carbono e Pagamento por Serviços Ambientais

    Na próxima segunda-feira, 31 de outubro, o Fórum da Alerj de Desenvolvimento Estratégico realizará um evento para debater o Mercado de Carbono e o Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), das 10h às 12h e das 15h às 17h, respectivamente. Os painéis serão on-line e podem ser acompanhados, ao vivo, pelo Canal do Fórum no YouTube.

  • Fórum debaterá mercado de carbono e Pagamento por Serviços Ambientais

    A Câmara de Agronegócios e o GT do Selo Arte se reuniram virtualmente nesta quinta-feira (06/10) para desenhar a programação e os palestrantes dos eventos sobre mercado de carbono e Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) que serão realizados no dia 31 de outubro, das 10h às 12h, e das 15h às 17h, respectivamente.

  • Embrapa desenvolve solução mais barata para higienizar produção de ovos em pequenas granjas

    Para aperfeiçoar a segurança e a qualidade dos ovos produzidos por pequenos produtores rurais, uma equipe de pesquisadores vinculados à Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) desenvolveu um método para manipulação segura de ovos em pequenas granjas. O programa “Ovo-Limpo” foi apresentado ao Grupo de Trabalho que estuda a regulamentação do Selo Arte em painel realizado nesta quarta-feira (14/09). 

  • Programa Ovo Limpo será apresentado em reunião do GT do Selo Arte

    Na próxima quarta-feira (14/09), o Grupo de Trabalho do Selo Arte se reúne virtualmente, das 14h às 16h, para conhecer o programa Ovo Limpo, desenvolvido pela Embrapa. O intuito do projeto é garantir a segurança e qualidade do ovo por pequenos produtores rurais.

  • Grupo de Trabalho do Selo Arte organizará evento sobre novo decreto federal que regulamenta produção de queijos artesanais

    O Grupo de Trabalho do Selo Arte, coordenado pelo Fórum da Alerj de Desenvolvimento do Rio vai organizar, em agosto, um painel sobre o decreto federal nº 11.099, que regulamenta a lei nacional, que instituiu o Selo Arte, e a norma que trata da elaboração e comercialização de queijos artesanais. A decisão foi articulada em reunião realizada na quinta-feira (29/06) e pode ser assistida novamente clicando aqui

  • Câmara de Agronegócios planeja painel sobre a vocação do norte fluminense para a produção de grãos

    Pesquisa realizada no ano passado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) revelou que o noroeste fluminense tem potencial superior à média nacional para a produção de soja e milho. Pensando em colaborar para estabelecer a vocação agrícola da região, a Câmara Setorial de Agronegócios planeja para o mês de agosto um painel sobre as oportunidades e desafios que a dinamização desta cadeia produtiva oferece para o estado do Rio, num evento que reunirá especialistas, produtores rurais e representantes do poder público. O evento foi sugerido na reunião do grupo desta quinta-feira (23/06), que pode ser assistida clicando aqui.

  • GT Selo Arte fará seminário sobre simplificação dos processos de regularização dos pequenos produtores rurais

    O Grupo de Trabalho do Selo Arte irá organizar um seminário no dia 19 de maio para abordar a simplificação dos procedimentos visando a regularização das agroindústrias de pequeno porte. A proposta foi sugerida durante o encontro mensal do grupo realizado remotamente no dia 13 de abril. A reunião pode ser assistida na íntegra no canal do Fórum da Alerj de Desenvolvimento Estratégico no YouTube.

  • Especialistas apontam falta de dados da cadeia pesqueira do estado como um gargalo para o fortalecimento do setor

    Há 30 anos o Rio de Janeiro ocupava o primeiro lugar na produção de pescado marinho do Brasil, gerando emprego e renda. Ao longo dos anos o estado foi perdendo a relevância no cenário nacional, apesar de ser o principal consumidor de pescados do país. A ausência de dados sobre o atual panorama da cadeia pesqueira do estado foi apontada por especialistas como um dos principais entraves para a recuperação do setor. O tema foi debatido nesta terça-feira (12/04) durante um painel virtual realizado pela Câmara de Agronegócios. O encontro pode ser assistido na íntegra no canal do Fórum da Alerj de Desenvolvimento Estratégico no YouTube.

  • Câmara de Agronegócios fará um panorama sobre setor pesqueiro do estado

    O fortalecimento e desenvolvimento da cadeia pesqueira do estado estará na pauta da Câmara Setorial de Agronegócios em abril. O tema foi definido nesta terça-feira na primeira reunião do grupo realizada de modo remoto nesta terça-feira (15/03).

  • Fórum mobiliza instituições para maior evento de tecnologia e inovação da América Latina

    A Rio Innovation Week, evento internacional que tem como objetivo transformar o Rio de Janeiro em um Estado referência em inovação e empreendedorismo tecnológico, contribuindo para a retomada dos negócios, foi apresentado nesta quinta (16/12) durante a reunião conjunta entre as Câmaras de Tecnologia, Agronegócios e o GT do Selo Arte. A iniciativa acontecerá de 13 a 16 de janeiro, no Jockey Club Brasileiro, na Gávea. Além de conhecer a iniciativa, o último encontro do ano teve o intuito de mobilizar as instituições que fazem parte do Fórum a participar deste que já está sendo considerado o maior evento de tecnologia e inovação da América Latina. Assista na íntegra pelo YouTube do Fórum.

  • Fórum promoverá evento para criar plano de ação para o setor de bebidas do estado

    O fortalecimento da cadeia de bebidas do estado voltou a ser destaque na Câmara de Agronegócios e no GT do Selo Arte. O tema foi debatido durante um encontro virtual, realizado nesta segunda (06/12), para preparar um evento no início de 2022 que reunirá os atores deste segmento com o objetivo de montar um plano de desenvolvimento para o setor.

  • Elo entre as potencialidades do setor de bebidas e turismo pode alavancar desenvolvimento regional

    Estima-se que o segmento de bebidas do estado seja responsável hoje por cerca de 15 mil empregos diretos e indiretos com a presença de fábricas de todas as grandes marcas de cerveja, além de destaque na área de destilados premiuns, como a cachaça e o gim. O potencial de encadeamento produtivo do setor foi debatido nesta segunda (27/09) durante um painel da Câmara de Agronegócios. Segundo os especialistas, a integração e convergência de setores como o de produção de bebidas e o turismo podem apresentar boas oportunidades para a economia fluminense. O encontro pode ser assistido na íntegra no Canal do Fórum no Youtube.

  • Painel da Câmara de Agronegócios discutirá produção de bebidas no estado do Rio

    A Câmara de Agronegócios se reuniu virtualmente nesta quinta-feira (19/08), para colher contribuições de temas a serem debatidos pelo grupo nos próximos meses. Dentre as sugestões apresentadas ficou definido para o mês de setembro um painel que irá abordar a produção de bebidas no estado do Rio, como o case de sucesso da Amázzoni, da região de Barra Mansa, primeira destilaria exclusiva de gin no país, e premiada como a melhor marca artesanal do mundo nos anos de 2018 e 2021.

  • Grupo do Selo Arte planeja concurso de queijos artesanais produzidos no estado

    O Grupo de Trabalho do Selo Arte, coordenado pelo Fórum da Alerj de Desenvolvimento do Estado do Rio, planeja um concurso para eleger os melhores queijos artesanais fluminenses. A ideia, sugerida na última reunião do grupo (12/08), é estimular o encontro e o mapeamento das dificuldades dos produtores e o aperfeiçoamento dos queijos artesanais. No dia 02/09 o grupo vai se reunir com a Associação de Comerciantes de Queijo Artesanal Brasileiro, que possui experiência na realização deste tipo de evento.

  • GT Selo Arte fará um panorama sobre as queijarias do estado e os entraves para a formalização

    Fazer um diagnóstico das queijarias do estado para entender as dificuldades enfrentadas pelos produtores no processo de formalização é o intuito do painel que o grupo de trabalho do Selo Arte irá promover em junho. A ideia é se debruçar em cima de dados do IBGE e EMATER para fazer um mapeamento sobre o atual panorama desses estabelecimentos. A sugestão foi apresentada nesta quarta (26/05) durante o encontro remoto do GT.

  • Sustentabilidade da cadeia produtiva da pecuária de corte será tema de painel do Fórum

    A Câmara de Agronegócios irá organizar um painel para debater a sustentabilidade da cadeia produtiva da pecuária de corte. O tema foi definido nesta quinta (06/05) durante o encontro mensal do grupo, realizado de forma remota.

  • Apesar da ampliação, setor carece de investimentos e incentivos do Estado

    A agropecuária está em expansão no estado do Rio de Janeiro, com crescimento médio de 9% ao longo dos últimos três anos. O dado, que revela o fortalecimento desta atividade produtiva, foi apresentado no painel virtual promovido pela Câmara Setorial de Agronegócios do Fórum da Alerj de Desenvolvimento Estratégico, nesta terça-feira (27/04). No encontro, produtores rurais, representantes do setor varejista e das universidades apontaram a necessidade de ampliar investimentos e apoio governamental para que o setor gere mais emprego e renda. O encontro pode ser assistido clicando aqui.

  • Selo Arte, Serviços de Inspeção e Consórcios Municipais serão tema de oficina virtual do Sebrae

    Na próxima terça-feira (27/04), das 15h às 18h, o Sebrae Nacional irá realizar uma oficina virtual para abordar e atualizar os temas “Selo Arte, Serviços de Inspeção e Consórcios Municipais” para os estados da região sudeste do país. A iniciativa contará com a participação de representantes do Ministério da Agricultura, como a coordenadora-geral de Produção Animal, Marcella Teixeira; o auditor fiscal Federal Agropecuário, Plinio Leite Lopes; e o coordenador-geral de Inspeção, Alexandre Campos.

  • GT do Selo Arte aborda implementação das boas práticas na produção de lácteos

    A melhoria da segurança e qualidade da produção de lácteos contribui diretamente para o aumento da produtividade e competitividade, tratando-se de uma oportunidade para os produtores fluminenses. A afirmação sintetiza o que os especialistas que participaram do painel virtual que debateu a importância das boas práticas agropecuárias (BPA) nesta quinta (08/04) pelo Grupo de Trabalho do Selo Arte do Fórum da Alerj de Desenvolvimento. Para assistir o encontro clique aqui.

  • Fórum realizará painéis sobre a cadeia produtiva da carne e boas práticas agropecuárias

    Conhecer como funciona a cadeia produtiva da carne e quais são os entraves para o crescimento da atividade no estado é um dos objetivos do painel que a Câmara de Agronegócios realizará em abril. O tema foi sugerido durante a reunião on-line do grupo nesta quinta-feira (04/03). O encontro também reuniu os membros do Grupo de Trabalho do Selo Arte, que irá promover em abril um evento para debater as boas práticas agropecuárias e como levar esse conhecimento e as ferramentas aos pequenos produtores rurais.

  • Informação a produtores e consumidores norteará grupos de Agronegócios do Fórum em 2021

    A Câmara de Agronegócios e o GT do Selo Arte se reuniram por videoconferência nesta quarta (02/12) para avaliar o trabalho desenvolvido em 2020 e traçar as diretrizes para o próximo ano. “Esse ano ambos os grupos têm motivos para comemorar. O estado do Rio de Janeiro avançou muito com a adesão ao Sistema Nacional de Inspeção e com a aprovação da lei do Selo Arte no estado”, ressaltou a secretária-geral do Fórum, Geiza Rocha.

  • Inovação em lácteos pode gerar oportunidades para a indústria fluminense

    Alavancar a indústria alimentícia com tecnologia e conhecimento é o intuito de um centro de inovação. O modelo apresentado nesta quarta (25/11) durante a reunião virtual da Câmara de Agronegócios e do Grupo de Trabalho do Selo Arte foi a experiência bem-sucedida do estado de Wisconsin, nos Estados Unidos, que criou um Centro de Inovação de Laticínios. O encontro pode ser assistido na íntegra aqui.

  • Fórum debate potencial fluminense para inovação em lácteos

    Conhecer a experiência bem-sucedida de Wisconsin, nos Estados Unidos, que se tornou referência como maior produtor de leite e manteiga daquele país, é um dos objetivos do encontro da reunião conjunta on-line da Câmara de Agronegócios e do Grupo de Trabalho do Selo Arte, que acontece no dia 25 de novembro, às 10h. Na ocasião, o consultor Dan Strogin, que participou do processo no estado americano, irá detalhar as ações e construção do Centro de Inovação de Laticínios de Wisconsin, que pode servir de inspiração para o Rio de Janeiro. O evento será transmitido ao vivo pelo canal do Fórum no YouTube e Facebook.

  • Fórum dá pontapé em campanha de esclarecimento sobre selos de segurança alimentar

    A Câmara Setorial de Agronegócios e o GT Selo Arte se reuniram nesta quinta (15/10) para desenvolver uma campanha de esclarecimento ao consumidor sobre o significado dos selos e certificações dos alimentos existentes no país. Batizada de “Eu, Fiscal”, a campanha contará com o apoio das instituições e dos membros que compõem os dois grupos na sua construção e divulgação.

  • Intercâmbio de experiências mostra desafios da implantação do Selo Arte no estado do Rio

    Desde a regulamentação da lei que criou o Selo Arte, para alimentos artesanais de origem animal, em julho de 2019, cinco estados, além do Distrito Federal, já estão concedendo a certificação, caminho que o Rio de Janeiro também quer trilhar. Visando contribuir com esse processo no território fluminense, o Fórum da Alerj de Desenvolvimento Estratégico promoveu nesta quarta-feira (23/09) um intercâmbio de experiências com estados que já estão autorizados pelo Ministério da Agricultura (MAPA) a conceder a certificação, como Espírito Santo, Santa Catarina e Minas Gerais. O Selo Arte abre a possibilidade para os produtores artesanais acessarem novos mercados, aumentando a renda e agregando valores aos seus produtos.

  • Fórum promove intercâmbio de experiências sobre alimentos artesanais do Brasil

    No dia 23 de setembro, o Fórum da Alerj de Desenvolvimento Estratégico realizará um painel para conhecer as experiências de outros estados na concessão do Selo Arte. O objetivo do encontro, que acontece das 10h às 12h, é conhecer um pouco mais sobre o processo trilhado por esses estados para inspirar a construção e definição do que é o artesanal fluminense. O evento será transmitido ao vivo pelo canal do Fórum no YouTube. O evento ocorre na mesma semana em que a Alerj analisa o PL 893/2019, que dispõe sobre a produção e comercialização de queijos artesanais do estado do Rio de Janeiro.

  • Logística e conectividade são os principais gargalos do agronegócio na pandemia

    Em meio à crise do novo coronavírus, a agricultura fluminense encontrou maneiras de se reinventar. Com as medidas de isolamento social, muitos produtores, especialmente os pequenos, ficaram sem conseguir escoar a produção. Porém, as semanas de agonia do início da pandemia se transformaram em oportunidades. Para os especialistas, o uso das ferramentas digitais como canais de vendas e a articulação de diversos atores do setor para solucionar a questão logística foram fundamentais para reverter esse quadro e garantir o abastecimento da população fluminense. Mas a expansão do mercado ainda esbarra em questões de infraestrutura, como a falta de conectividade, e são gargalos para o desenvolvimento da atividade agrícola no estado. O tema foi debatido nesta quarta (16/09), durante um painel virtual realizado pela Câmara de Agronegócios quando foram apresentadas algumas iniciativas bem-sucedidas durante esse período. O encontro pode ser assistido na íntegra aqui.

  • Oportunidades e desafios do agronegócio com a pandemia serão temas de painel

    Conhecer as iniciativas bem-sucedidas que ajudaram o setor de agronegócios a enfrentar os impactos da pandemia é o objetivo da próxima reunião virtual da Câmara Setorial de Agronegócios, que ocorrerá nessa quarta-feira (16/09). No encontro também serão abordadas as boas práticas, além de redes de apoio que se formaram durante esse período, que precisou se reinventar. O evento será das 10h às 12h, com transmissão ao vivo pelo canal do Fórum da Alerj de Desenvolvimento Estratégico no YouTube.

  • GT Selo Arte apresentará experiências estaduais na concessão do Selo Arte

    O grupo de trabalho criado para debater o Selo Arte no Rio de Janeiro irá promover no dia 23 de setembro um intercâmbio de experiência entre os estados que já estão concedendo a certificação. O intuito do encontro, que será realizado por videoconferência, será conhecer um pouco mais sobre o processo vivenciado pelos estados e inspirar a construção e definição do que é o artesanal fluminense. O painel também contará com a participação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), além de produtores que já contam com o Selo.

  • Boas práticas do setor da agricultura na pandemia serão apresentadas em painel do Fórum

    Em meio à crise do novo coronavírus, a agricultura fluminense encontrou maneiras de se reinventar. As oportunidades, aprendizados e desafios trazidos pela pandemia serão temas de um painel virtual no dia 16 de setembro, das 10h às 12h. Na ocasião, serão apresentados casos de sucesso e boas práticas, além de redes de apoio que se formaram durante esse período. A sugestão do debate foi trazida pelos membros da Câmara Setorial de Agronegócios, em reunião realizada por videoconferência nesta quarta (19/08).

  • Implantação do autocontrole pode elevar agroindústria de produtos animais do RJ a novo patamar

    Entrou em vigor nesta segunda (04/05) resolução da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento que torna obrigatória a implantação e a implementação dos programas de autocontrole pelos estabelecimentos agroindustriais registrados ou relacionados no Serviço de Inspeção Estadual do Rio de Janeiro (SIE/RJ). A partir de agora, todos os estabelecimentos passam a ter de controlar cada um dos processos envolvidos na produção de alimentos, assegurando a qualidade higiênico-sanitária de seus produtos. Para equalizar o conhecimento dos produtores sobre os programas de autocontrole e suas ferramentas, o Fórum de Desenvolvimento do Rio realizou num workshop on-line com o auditor fiscal federal agropecuário Luis Eduardo da Silva, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), que tirou as dúvidas dos participantes. A palestra foi transmitida ao vivo pelo canal do Fórum no Youtube e teve ao longo das três horas mais de 1,6 mil visualizações.

  • Adesão ao Sistema Brasileiro de Inspeção torna-se prioridade para Secretaria de Estado de Agricultura

    O estado do Rio já avança nos mecanismos de inspeção e controle para adesão ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI-POA), condição fundamental para que os produtos fluminenses ganhem mercado e possam ser comercializados em todo o país. Segundo o Superintendente da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SEAPA), Paulo Henrique Moraes, o tema foi definido como prioritário no planejamento estratégico da pasta para esse ano. “Estamos em processo de adesão com os documentos sendo analisado pelo Ministério da Agricultura (MAPA). A intenção é conseguir finalizar os procedimentos no menor prazo possível”, afirmou Moraes durante o encontro virtual do grupo de trabalho do Selo Arte, realizado nesta quinta, (16/04) e que reuniu 80 pessoas entre técnicos da SEAPA, MAPA, Firjan, produtores rurais e médicos veterinários. O encontro pode ser assistido na íntegra clicando qui.

  • Especialistas sugerem ações para fortalecer setor agrícola e de logística durante pandemia

    O isolamento social como medida de prevenção não afetou diretamente o campo, onde as propriedades já são distantes umas das outras. Isso de certa forma tem ajudado a manter a produção e a população abastecida nesse momento. Porém, a médio prazo, o setor também será duramente afetado pela recessão, que implicará diretamente na rentabilidade do produtor rural. “A cadeia mais impactada até o momento na comercialização é a de floricultura com perdas consideráveis com a não realização de eventos, como casamentos, festas e até funerais”, explicou  o coordenador de programas especiais do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e vice-presidente da Federação de Agricultura do Estado do Rio de Janeiro Maurício Salles, um dos convidados do quarto painel de Impacto do Novo Coronavírus na Economia Fluminense, realizado pelo Fórum de Desenvolvimento do Rio, órgão da ALERJ, na manhã dessa quinta-feira (09/04). Acesse a integra do seminário aqui

  • Estado avança na adesão ao Sistema Brasileiro de Inspeção (Sisbi)

    O grupo de trabalho do Selo Arte, criado para debater a regulamentação dos produtos artesanais no estado do Rio de Janeiro, gerando oportunidades para os pequenos produtores rurais fluminenses, se reuniu virtualmente nesta terça-feira (24/03) para compartilhar informações e boas notícias. Dentre elas, a que o Rio de Janeiro vem se estruturando em estreita articulação com o Ministério da Agricultura para aderir ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI-POA). Em relação ao Selo Arte, a secretaria de Agricultura do estado encomendou um estudo sobre os produtos artesanais do estado do Rio de Janeiro.

  • Câmara aborda oportunidades para o estado com a regulamentação da cannabis medicinal

    A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou no início de março o projeto de lei que autoriza o estado a implementar uma política de prevenção da saúde e produção de pesquisas científicas com a cannabis medicinal. O texto agora aguarda a sanção do governador Wilson Witzel. Para especialistas, o desenvolvimento dessa cadeia trata-se de uma grande oportunidade para o estado. O tema foi debatido nesta quarta (18/03) na primeira reunião da Câmara Setorial de Agronegócios em 2020.

  • Novas tecnologias ampliam coleta de dados do Censo Agro 2017

    A tecnologia foi uma das grandes aliadas do Censo Agropecuário de 2017. Novas técnicas como o georreferenciamento e o armazenamento das rotas dos estabelecimentos foram incluídas nos dados da pesquisa que já está disponível na íntegra aqui. As novidades foram apresentadas hoje (12/11), pelo gerente-técnico responsável pelo Censo Agropecuário, Antonio Florido, durante a reunião conjunta entre a Comissão de Agricultura, Pecuária e Políticas Agrária e Pesqueira da ALERJ, presidida pelo deputado João Peixoto, e o Fórum de Desenvolvimento do Rio, representado pela secretária-geral Geiza Rocha.