Firjan Senai oferece quase mil vagas em cursos técnicos gratuitos em todo o estado do Rio de Janeiro

A Firjan Senai oferece 958 vagas gratuitas para cursos técnicos em todo o Estado do RJ. As matrículas podem ser realizadas até a próxima terça-feira (30), e as aulas já começam no dia seguinte, na quarta (1º). Só na Região Metropolitana, são 422 oportunidades. Além dos requisitos específicos para cada curso, os interessados devem possuir renda familiar mensal per capita de, no máximo, 1,5 salário mínimo (R$ 1.497) e estar cursando ou já ter concluído o Ensino Médio.

Leia mais...

O mapa de um tesouro

Apesar de seu fomento pelo Estado ter sido pauta de debates e questionamentos nos últimos tempos, o mercado cultural mantém impacto significativo na economia brasileira. De acordo com dados da Firjan, só em 2017 a economia chamada Indústria Criativa acresceu R$ 171 bilhões à economia do país, representando 2,6% do PIB daquele ano.  Em um trabalho inovador, a ESPM Rio, por meio do seu laboratório de pesquisa LAB3i e juntamente com o Think Rio, criou o Mapa da Economia Criativa que será apresentado pelo professor Leonardo Marques durante reunião da Câmara de Cultura, Turismo e Esportes, dia 8 de agosto, às 10h, no Conselho Regional de Contabilidade.

Leia mais...

Faperj fará apresentação de suas ações em reunião do Fórum

O diretor de Tecnologia da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), Maurício Guedes, fará uma apresentação sobre as mais recentes ações da instituição na área de tecnologia e inovação no próximo dia 1º de agosto, às 10h, no Conselho Regional de Contabilidade, em reunião do Fórum de Desenvolvimento do Rio. O encontro faz parte do calendário da Câmara de Tecnologia.

Leia mais...

Rio é pioneiro na América Latina no estímulo aos contratos de impacto

No ano passado, a Faperj tornou-se a primeira fundação de fomento à pesquisa brasileira a lançar um edital voltado aos negócios de impacto social. “O valor de R$ 1,5 milhão ainda é tímido, mas muito significativo para um movimento que começou incipiente a nível de agenda de políticas públicas do poder executivo”, diz Ruth Espínola, assessora da diretoria de tecnologia da Faperj.  Para Ruth, mesmo na Academia o debate sobre a aplicação dos Contratos de Impacto Social (CIS) ainda é recente. “Estamos criando grupos de pesquisa, reunindo bases de dados internacional para ver o que estão falando por aí. Como a gente não tem nenhuma iniciativa aqui no Brasil rodando a nível de projeto, não temos massa crítica sobre a efetivação”, aponta.

Leia mais...

Novas entidades aderem ao Fórum

Mais três entidades ingressaram no Fórum de Desenvolvimento este mês: a Fundação Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisa e Formação de Servidores Públicos do Rio de Janeiro (CEPERJ), a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação e o Think Rio, laboratório de ideias da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) oficializaram sua adesão ao Fórum. que passa agora a contar com 56 instituições.

Leia mais...

Casa Firjan terá programação especial de férias

A partir do próximo sábado, 20/7, a Casa Firjan abrirá suas portas para a ‘Programação Especial de Férias’, projeto que reunirá durante quatro fins de semana uma série de atividades e atrações para pessoas de todas as idades. A programação gratuita promoverá a diversidade do espaço, criado para a difusão da inovação e da nova economia, integrando os participantes em pocket shows, oficinas de criação artística, no Jardim de histórias (contadores de histórias) e exibição de filmes, entre outras ações.

Leia mais...

Brasil tem até agosto de 2020 para se adaptar a nova realidade

Aplicativos para transporte, comida, estadia, compras. E no coração de cada um deles, os dados pessoais dos consumidores. Cada operação que fazemos na internet pode nos tornar vulneráveis a hackers, ou à exposição indevida de nossas informações. Esse fenômeno mundial vem fazendo com que vários países comecem a legislar sobre a proteção de dados. No Brasil, a Lei Federal 13.709, de agosto de 2018, conhecida como Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) dispõe sobre os direitos de liberdade, privacidade e expressão e obriga governos e empresas a se adaptarem a essa nova realidade. O prazo para que isso ocorra é agosto de 2020. No programa Rio em Foco, que vai ao ar nesta segunda-feira na TV Alerj (Canal 12 da Net) o advogado Gilberto Martins, fundador do Instituto de Direito e Tecnologia e consultor das Nações Unidas sobre leis para a internet conversa sobre os desafios e oportunidades que a lei poderá trazer para o Rio de Janeiro.

Leia mais...

Uma agenda de ações para vencer o desafio do emprego

Estabelecer uma governança para a agenda de ações comum entre as instituições que compõem o Fórum no combate ao desemprego no estado é o próximo passo do grupo de representantes do setor produtivo, universidades, Sistema S e dos poderes Executivo e Legislativo do Rio de Janeiro que se debruçam sobre o tema.  Dando continuidade ao projeto “Desafios do emprego no estado do Rio”, o Fórum de Desenvolvimento do Rio realizou nesta quarta (10/07), em parceria com a Secretaria de estado de Desenvolvimento Econômico, um encontro reunindo as Instituições do Sistema S para apresentar os principais resultados do workshop que consolidou as sugestões, ideias e projetos frutos da série de quatro encontros realizados no Plenário da Alerj.

Leia mais...

Gargalos para adesão ao Sistema Brasileiro de Inspeção

O principal entrave para que o estado possa aderir ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI) está na contratação de servidores para trabalhar na fiscalização. A afirmação foi feita pelo superintendente da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, Virginio Pereira, que apresentou nesta quarta (09/07) um diagnóstico sobre a infraestrutura necessária para que esse passo seja dado pelo Rio de Janeiro durante o encontro do Grupo de Trabalho criado para debater o Selo Arte. Esta medida irá permitir que os produtos artesanais de origem animal elaborados no estado sejam comercializados em todo o país, beneficiando os pequenos produtores e o desenvolvimento regional. Segundo Virginio, para atender a demanda existente hoje, seria necessário contratar 38 médicos veterinários e 37 agentes de atividade agropecuária. Com a adesão ao Sisbi esse número precisaria ser ampliado.

Leia mais...

A indústria de defesa pode salvar o Rio

Até poucos anos atrás, se um país quisesse destruir as bases econômicas de um inimigo necessariamente precisaria destruir fisicamente suas instalações.  “Nos dias de hoje precisamos apenas ter um bom conhecimento sobre ciber-ataques ou ciber-defesas: ciber-segurança de um modo geral. E um dos objetivos fundamentais da indústria de defesa mundial é se preparar para fazer frente a este tipo de conflito”, afirma o professor Antonio Fonfría, professor-doutor da Universidade Complutense de Madri (UCM).  Ele foi um dos entrevistados, ao lado do presidente da Emgepron, almirante Edesio Teixeira Lima Júnior, e do gerente de grandes empreendimentos do Sebrae Rio, Renato Regazzi, para o programa “Rio em Foco”, da TV Alerj, sobre a Indústria da Defesa,  que vai ao ar nesta segunda-feira, às 22h, na TV Alerj (Canal 12 da Net).

Leia mais...

Anuário do cooperativismo brasileiro é lançado no Senado

O Dia Internacional do Cooperativismo e os 50 anos da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) foram celebrados em sessão solene do Congresso Nacional nesta quinta-feira (4). O sucesso do movimento cooperativista, que em 2018 gerou receitas de R$ 260 bilhões, e a certeza de que o futuro se mostra ideal para a ampliação do modelo, com seus ideais de empreendedorismo, compartilhamento e coletividade, foram ressaltados em diversas ocasiões ao longo do evento. A sessão solene marcou também o  lançamento do Anuário do Cooperativismo Brasileiro – 2019, que reúne informações socioeconômicas que mostram a contribuição das cooperativas para a economia do país entre os anos de 2010 e 2018. Dentre os grandes destaques apresentados estão o aumento dos números de empregos e de ingresso de cooperados no período, além do faturamento das cooperativas, relativo ao ano passado.

Leia mais...

Luzes sobre as micro, pequenas e médias empresas

Na segunda edição de “Um Pirilampo No Porão: Um pouco de luz nos dilemas da produtividade das pequenas empresas e da informalidade no Brasil”,  Mauro Oddo Nogueira e Graziela Ferrero Zucoloto convidam o leitor a mergulhar em um universo ainda obscuro da economia: o das Micro, Pequenas e Médias Empresas (MPMEs), propondo-se a acender uma pequena luz, que os autores comparam à luz de um pirilampo, afim de permitir um vislumbre da realidade do segmento.

Leia mais...

Estado apresentará diagnóstico sobre adesão ao sistema brasileiro de inspeção

O Rio de Janeiro vem perdendo oportunidades no campo com a não adesão do estado ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI-POA). No dia 9 de julho, às 10h, o Grupo de Trabalho Selo Arte vai receber o superintendente da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, Virginio Pereira, para apresentar o diagnóstico feito pelo estado sobre a infraestrutura necessária à adesão ao Sisbi. A reunião será realizada no auditório do Conselho Regional de Contabilidade, no Centro.

Leia mais...

Mais quatro entidades abraçam Fórum de Desenvolvimento

Quatro novas instituições passaram a integrar o Fórum Permanente de Desenvolvimento Estratégico do Estado do Rio de Janeiro no primeiro semestre de 2019. Com a entrada do Conselho Regional de Medicina Veterinária, Sindicato das Empresas de Informática do Rio de Janeiro (TI Rio), da Associação de Empresas de TI Rio de Janeiro (Assespro) e do Conselho Regional de Administração (CRA-RJ) agora o Fórum conta com 53 entidades parceiras que contribuem na discussão e criação de projetos para promover o crescimento do estado.

Leia mais...

Consumo consciente

Nos últimos 40 anos a sorveteria americana Ben & Jerry´s fez muito mais do que apenas copinhos, bolos e picolés. Ela defendeu direitos LGBT, o casamento gay e o movimento negro Black Lives Matter, além de lutar contra a possível destruição de uma barreira de recifes na Austrália e se envolver nas discussões sobre a rotulagem de alimentos geneticamente modificados. "Com o surgimento dos millennials e a ascensão dos canais digitais e das mídias sociais, tomar uma posição tornou-se algo ainda mais importante. É o que trará lealdade à sua marca", defendeu certa vez Chris Miller, gerente de missão social e ativismo da sorveteria Ben & Jerry's. A próxima edição do programa Rio em Foco, que vai ao ar nesta segunda-feira, às 22h, na TV Alerj (Canal 12 da Net) comenta o caso da Ben & Jerry's e de outras empresas que estão se alinhando ao movimento global Sistema B: uma iniciativa que apoia e certifica negócios que podem ajudar a solucionar problemas sociais e ambientais.

Leia mais...

Atraso do Rio na adoção de sistema brasileiro de inspeção significa perda de oportunidades no campo

O Rio está largando atrasado e perdendo oportunidades na corrida entre os estados para participar do Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi). A adesão ao mecanismo de inspeção e controle, já adotada pela maioria dos estados brasileiros, é condição fundamental para que os produtos artesanais de origem animal criados aqui possam ser comercializados em todo o país. Esta questão foi debatida nesta quinta-feira (27/06), durante o seminário “Preparando o Terreno para o Selo Arte no Rio de Janeiro”, promovido pelo Fórum de Desenvolvimento do Rio. O encontro reuniu representantes do Ministério da Agricultura com mais de 50 prefeitos e secretários de Agricultura de diversos municípios fluminenses, na sede do Conselho Regional de Contabilidade.

Leia mais...

Inovação agropecuária

Películas biodegradáveis capazes de preservar um coco fresco por mais de 40 dias. Embalagens articuladas e anatômicas que contribuem para redução de perdas de frutas e legumes durante seu transporte. Entre apresentações de produtos inovadores e de parcerias institucionais, representantes de três centros de pesquisa da Embrapa com sede no estado participaram nesta quarta-feira (26/6), de mais uma etapa do projeto Casa Aberta, promovido pelo Fórum de Desenvolvimento, no Salão Nobre da Assembleia Legislativa.

Leia mais...

Hortas urbanas para segurança alimentar

O Rio de Janeiro tem hoje a quarta cesta básica mais cara do país, além de uma elevada importação de alimentos provenientes de outros estados que abastece os Ceasas e chegam aos mercados para serem vendidos ao consumidor final. Com apenas 3,3% da população vivendo em áreas rurais, a produção agrícola do estado não supre as necessidades de consumo. As hortas urbanas surgem então com uma saída para melhorar esse quadro e garantir a segurança alimentar. O tema foi debatido nesta terça durante o encontro da Câmara de Agronegócios e reuniu na Escola do Legislativo representantes do IBGE, Embrapa, IBGE, Emater, além da ONG AS-PTA, que atua no fortalecimento da agricultura familiar e na promoção do desenvolvimento rural sustentável no Brasil.

Leia mais...

Centros de pesquisa da Embrapa participam do Casa Aberta na Alerj

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro receberá na próxima quarta (26/06) representantes da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) no Salão Nobre do Palácio Tiradentes para o projeto Casa Aberta. A iniciativa, que tem o intuito de promover a interação entre as mais de 50 instituições que compõem o Fórum de Desenvolvimento do Rio e o Parlamento Estadual, pretende mostrar a atuação da Embrapa no estado, por meio de seus três centros de pesquisa.

Leia mais...

Adesão ao Sistema de Inspeção Federal é oportunidade para o Rio

A Lei 13.680/2018, que cria o Selo Arte e permite a comercialização e fiscalização dos produtos artesanais de origem animal em todo país completou um ano no dia 14 de junho, porém ainda aguarda a regulamentação por parte do governo federal. Enquanto isso não acontece, o Fórum de Desenvolvimento do Rio criou um grupo de trabalho para debater as oportunidades que a regulamentação do selo traz para o desenvolvimento regional e para o estado. Nesta quarta (19/6), o GT voltou a se reunir para sensibilizar os municípios e os demais entes a participar do evento que será realizado no dia 27 de junho, no Conselho Regional de Contabilidade. Na ocasião, técnicos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento abordarão a importância de o estado do Rio de Janeiro e seus municípios aderirem ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi) para atender não só os produtores artesanais, mas também os pequenos produtores rurais do estado.

Leia mais...