Oportunidades das concessões rodoviárias fazem parte da agenda da câmara de logística

A agenda de concessões rodoviárias será o instrumento fundamental para o investimento em infraestrutura e logística em 2021. Este é o consenso a que chegaram os membros da Câmara Setorial do Fórum da Alerj de Desenvolvimento do Rio, que é responsável por acompanhar o setor, durante reunião realizada nesta quarta-feira (11/11).

“É um assunto que será recorrente em 2021 até saírem as licitações das três rodovias federais que cortam o Rio de Janeiro (Nova Dutra -Rio São Paulo, Concer- Rio -Juiz de Fora e CRT Rio-Além Paraíba). Além disso, algumas rodovias estaduais devem entrar no pacote de concessões e receber investimentos importantes. Também achamos a questão dos roubos de carga muito importante. Houve uma queda expressiva, mas os números ainda são altos e temos que continuar perseguindo a redução em 2021”, esclareceu Sérgio Vianna, assessor da presidência da Federação de Transportes de Cargas do Estado do Rio de Janeiro (Fetranscarga-RJ).

Durante a reunião, os membros também ressaltaram a importância de incluir como recomendação no balanço das atividades de 2020 a transformação em lei do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano Integrado da Região Metropolitana do Rio de Janeiro (PDUI). “Assim como o PELC, os planos precisam servir de base para a construção de políticas públicas” ressaltou Vianna.